Blogueiras variam temas para se manter em alta

Twitter
Compartilhe:

O mercado de blogs de moda no Brasil é um dos mais lucrativos do mundo. Temos sete blogs na lista de 99 blogs de moda e beleza mais importantes do planeta, e não é à toa: afinal, as mulheres brasileiras têm uma relação bastante intensa com o mercado de beleza.

“Quem repete fórmula, vai desaparecer”, pontua Danilo Corci, publicitário e um dos fundadores da agência digital Mojo.

As moças que cuidam dos maiores blogs de moda e beleza do país são jovens e bonitas, muitas vêm de famílias tradicionais e as mais antigas, ao menos, começaram quase sempre por acaso e sem se dar conta de que o hobby poderia virar uma fonte de renda – e alta. Algumas faturam até 100 mil reais por mês, de acordo com uma matéria da revista Veja.

Você pode estar se perguntando como essas moças ganham tanto dinheiro. Na internet, especialmente em blogs, a publicidade se dá por troca de espaço publicitário. A blogueira divulga um produto, marca ou serviço, seja em um post em um banner no blog, e em troca recebe pagamento dessas marcas.

É por isso que muitas meninas correm para criar um blog de moda todos os dias. Mas manter e viver de um blog de moda, ao contrário do senso comum, não é fácil. Como todo negócio próprio, é preciso dedicação máxima, especialmente no início. E só começam a ser procurados por marcas os blogs com bastante audiência. Por isso, para chegar no topo e viver só disso, é preciso trabalhar bastante.

A paulistana Jéssica Flores, de 26 anos, é a editora do Borboletas da Carteira, e hoje vive só do que ganha no blog. Formada em química, Jéssica trabalhava no mercado de comércio exterior e era fã do universo de moda e beleza. Ela resolveu começar um canal de vídeos com dicas para meninas como ela e o blog foi uma consequência do canal. Hoje, ela produz conteúdo individualmente para os dois. “Com o tempo, algumas pessoas foram aparecendo e curtindo meu trabalho. Foi aí que eu percebi que os vídeos e o blog poderiam ser uma coisa maior do que eu esperava”, contou.

Leia mais:
7 dicas para bombar sua festa usando a tecnologia
Garanta sua segurança na hora de comprar online

Como outras meninas que têm blogs de moda e beleza, Jéssica percebeu o potencial de seu blog e começou a investir tempo e trabalho no projeto. “Demorou um ano e meio até que eu conseguisse minha primeira parceria [comercial], e eu só ganhava produtos pra testar. Só depois de três anos eu comecei a ganhar dinheiro com o blog. Percebi que meu trabalho atual estava me limitando e decidi sair e investir todo meu tempo no Borboletas da Carteira”, disse ela.

A rotina da jovem, hoje, é toda focada na produção de conteúdo para seus canais. “Se não estou produzindo conteúdo, estou respondendo comentários nas redes sociais. Fico online 24 horas por dia”, revela. A renda, de acordo com ela, varia mês a mês e vem das ações que ela faz com marcas, da audiência dos vídeos e dos publieditoriais, textos pagos por marcas ou produtos. “O maior desafio é fazer algo original, porque atualmente são tantos blogs que as melhores ideias já estão sendo executadas”, diz ela.

Alguns especialistas no mercado digital falam em uma saturação do mercado de blogs de moda, outros apontam a mesmice no conteúdo e, por isso, se faz tão importante buscar a produção de material original. “Quando começaram a surgir os blogs de moda foi algo legal porque dava um novo ponto de vista sobre o assunto, um ponto de vista ‘independente’, por assim dizer. Mas criou-se um modelo e o mesmo já se esgotou, ou pelo menos já não é tão atrativo. Acho que agora é o momento de se separar o joio do trigo e quem realmente tem valor, produz de maneira constante e interessante, vai conseguir se manter. Quem repete fórmula, vai desaparecer”, pontua Danilo Corci, publicitário e um dos fundadores da agência digital Mojo.

Como disse Jessica, variar é difícil, já que com tanta oferta, praticamente tudo já foi feito. Muitos blogs dessa área estão pendendo para o universo de fitness, com receitas saudáveis e dicas para a malhação. Outras meninas também falam de viagens, algumas escrevem sobre comportamento jovem. Esses são apenas alguns dos caminhos que os blogs de moda mais bem sucedidos do país estão encontrando para se diferenciarem da massa e continuarem ganhando dinheiro em um mercado que está sempre procurando o que há de mais fresco para investir dinheiro.