Lâmpada Wi-Fi: Tecnologia de um futuro sem fios

Twitter
Compartilhe:

Quando as tecnologias de conexão sem fio surgiram, nos anos 1990, ainda era um pouco difícil acreditar que um computador poderia acessar a internet sem precisar de um único cabo para isso. Não só os computadores mudaram. A utilização de redes Wi-Fi e Bluetooth também se proliferou muito rápido e, hoje, estas tecnologias estão sendo adaptadas em uma quantidade cada vez mais variada de produtos.

Se dar duas palmadas para acender luzes em casa rendia cenários futurísticos alguns anos atrás, hoje as chamadas lâmpadas inteligentes levam estes produtos a outro patamar. É que, mais do que uma simples iluminação, elas agora prometem coleções de cores em uma única lâmpada e o controle pelas pontas dos dedos a partir de um aplicativo.

É o caso da LIFX, lâmpada inteligente que teve seu projeto viabilizado no fim de 2012. A empresa arrecadou mais de um milhão de dólares por meio da plataforma de financiamento coletivo Kickstarter e o produto despertou o interesse de quase 10 mil pessoas. O funcionamento é simples: sem necessidade de novos cabos ou roteadores, a lâmpada tem Wi-Fi embutido e se conecta à rede da casa. Depois, é só baixar o aplicativo e controlar a iluminação. A lâmpada inteligente, cuja presença no mercado ainda é recente, também já é oferecida por outras empresas mais conhecidas, como a LG, a Philips e a Belkin. O único porém é o preço, bem acimar do valor normal de uma lâmpada.

Não são só as lâmpadas que ganharam conexão Wi-Fi embutida. Existe uma lista crescente de produtos que saem de fábrica prontos para serem ligados na internet e boa parte se destina a facilitar tarefas domésticas. Mas um deles se destaca por ser bastante prático e partir de um princípio muito simples: imagine poder ligar ou desligar cada aparelho elétrico dentro de casa a partir de um aplicativo, de onde estiver? Os adaptadores com Wi-Fi embutido prometem acabar com aquela incerteza de sair de casa sem se lembrar se o ferro de passar continua ligado na tomada ou não.

Na China, a Kankun lançou sua tomada high tech em março deste ano e vendeu o produto para quase 4 mil pessoas. O produto pode ser controlado via Wi-Fi ou qualquer conexão, de onde você estiver, e também permite programar horários para ligar ou desligar pontos de energia na casa. O sucesso foi tanto que a empresa lançou, em agosto, uma versão revisada da tomada, que agora possibilita a conexão com outros dispositivos, como uma câmera com sensor de movimento, por exemplo, que pode ser acessada remotamente. A Belkin e a D-Link também oferecem produtos semelhantes e, além de controlar as tomadas da casa, outra vantagem do aparelho é a medição automática do consumo de energia.

Usada para conexões de menor velocidade, a tecnologia Bluetooth também vem sendo aplicada a uma nova gama de produtos. Fones de ouvido sem fio já existem há algum tempo, mas ainda se desenvolvem bastante e podem trazer surpresas, como é o novo lançamento da Jabra. A fabricante lançou agora um fone que, além de microfone e conexão com o celular via Bluetooth, ainda pode medir seus batimentos cardíacos.

Alguns destes novos produtos, vale dizer, ganham contornos de magia, como por exemplo o anel inteligente da Logbar, que também foi financiado por meio do Kickstarter e arrecadou cerca de US$ 880 mil. O anel tem uma espécie de micro computador interno que permite a conexão com outros produtos eletrônicos. A partir da configuração de comandos, é possível, por exemplo, desenhar textos no ar e ver a mensagem surgir em uma tela. É só grudar o anel na ponta de uma varinha à la Harry Potter para sair brincando de fazer mágica.