Universidade de Fortaleza ganha eficiência e agilidade

Twitter
Compartilhe:

“Dos servidores passamos à rede, depois storage e hoje temos aqui um laboratório de inovação em parceria com a Dell” Alexandre Bastos, Coordenador de Infraestrutura e Suporte, Unifor

A Unifor (Universidade de Fortaleza) foi criada em 1973 pelo industrial Edson Queiroz. O empresário, seu primeiro chanceler, planejava uma instituição ‘viva’ atuando decisivamente no processo de desenvolvimento da região, com efeitos positivos para as famílias e para a comunidade.

Desde então, o ideal de Edson Queiroz se materializou nos mais de 70.000 profissionais graduados e mais de 7.000 pós-graduados. A instituição, que começou com 1.270 alunos, tem hoje cerca de 25.000, que compõem a população atual do corpo discente em seus 29 cursos de graduação e nove de graduação tecnológica executiva. O corpo docente é composto por 1.200 professores, sendo mais de 80% mestres e doutores.

A Universidade está instalada em um campus de 720.000 metros quadrados, onde se encontra uma estrutura com cerca de 300 salas de aula e mais de 230 laboratórios especializados. O campus também é composto por auditórios, salas de vídeo, biblioteca, centro de convivência, núcleo de atenção médica, clínica odontológica, parque desportivo, teatro, espaço cultural, escritório para a prática jurídica, empresas juniores, TV universitária, escola de ensino infantil e fundamental e diversos outros núcleos de prática acadêmica e pesquisa.

Tecnologia como ferramenta educacional
Hoje todas as unidades da Unifor estão interligadas por uma rede de alta velocidade. Isto permite que todos os processos acadêmicos e administrativos da Instituição estejam integrados, possibilitando à comunidade acompanhar, virtualmente, em um mesmo ambiente, procedimentos didático-pedagógicos, acessar avançadas bases de dados para pesquisa e utilizar os recursos da educação a distância. Além disso, o campus da Unifor oferece cobertura de internet wi-fi gratuita em toda a sua extensão. Não é por acaso que a universidade é hoje um dos maiores clientes da Dell na região Nordeste, com quem mantém um relacionamento próximo desde 2005, quando comprou seus primeiros servidores da fabricante. O coordenador de infraestrutura e suporte da Unifor, Alexandre Bastos, comenta que este relacionamento foi se tornando mais próximo com o passar dos anos. “Dos servidores passamos à rede, depois storage e hoje temos aqui um laboratório de inovação em parceria com a Dell”, lembra.

“Com as soluções oferecidas pela Dell, gerenciar o storage tornou-se muito mais simples. É incrível a facilidade que obtivemos” Alexandre Bastos, Coordenador de Infraestrutura e Suporte, Unifor.

Com essa proximidade, não houve dúvidas quanto ao fornecedor quando a instituição decidiu renovar sua infraestrutura de TI. Bastos lembra que o projeto nasceu de duas necessidades crescentes da Unifor: escalabilidade e desempenho. “Nossa demanda é crescente”, reconhece o executivo, citando o exemplo da aprovação do Ministério da Educação e Cultura (MEC), recebida no segundo semestre de 2013, para a oferta de cursos inteiros de graduação a distância. “Até este ano tínhamos algumas disciplinas a distância e também os cursos de pós-graduação. Com a nova oferta, aumenta nossa necessidade de processamento e armazenamento”, diz Bastos, lembrando que no caso dos cursos a distância, que hoje tem 6.500 alunos, a estrutura deve estar sempre disponível, não importando dia ou horário. Não só isso. Nos últimos dois anos a universidade vem implementando o projeto Universidade sem Papel, que prevê a digitalização de todos os seus documentos. “Por exemplo, não há mais lista de presença. Os professores fazem a chamada pelo smartphone. Isso aumentou muito a necessidade de armazenamento”, conta. Parceiro preferencial Tendo a Dell como principal parceiro de TI, a Unifor decidiu renovar sua infraestrutura de TI, criando um ambiente escalável. “Escalabilidade e desempenho são nossas maiores necessidades hoje”, afirma. Em conjunto com a Dell, a equipe de TI da Unifor definiu que o projeto alinhava-se perfeitamente às soluções oferecidas pela Dell. “As soluções de armazenamento, servidores e switches oferecidos preenchiam plenamente os requisitos de nosso projeto”, lembra. A infraestrutura é composta por equipamentos Dell PowerEdge 12G, complementados por soluções de storage Dell EqualLogic e Dell Compellent, além de swtiches Dell 10 GB para a interligação. Bastos explica que o projeto foi dividido em três etapas. Na primeira, já concluída, foram cobertos todos os gaps existentes na estrutura anterior. A segunda fase, com início previsto para janeiro de 2014, dará à equipe de TI a margem necessária para a criação de novos serviços. Já na terceira fase, que deve começar em março de 2014, a instituição vai padronizar todo o seu parque de TI com soluções Dell. Na primeira fase foram instalados 38 servidores Dell PowerEdge, sendo 16 da linha 12 G, além de dois equipamentos de storage Dell EqualLogic e um Dell Compellent series 40. Para as próximas fases já estão encomendados mais oito servidores e algo entre 10 ou 12 novos equipamentos de storage, o que vai levar a capacidade de armazenamento da Unifor dos atuais 40 TB para 200 TB até meados de 2014. “Estamos utilizando basicamente toda a família EqualLogic, com discos SATA, SAS e SSD, dependendo da necessidade de acesso às informações”, revela. Conquista de resultados imediatos “Só com a primeira etapa já percebemos um ganho de 20% no desempenho de nossa estrutura”, comenta Bastos. Um exemplo é o Unifor Online, solução de gestão desenvolvida internamente e hoje utilizada para gerenciar as áreas acadêmica, administrativa e financeira da universidade. De acordo com Bastos, o Unifor Online é a razão de ser da nova infraestrutura. “Toda a gestão da universidade e todos, alunos e professores, estão logados ali. A aplicação tem cerca de 40.000 usuários hoje”, afirma, lembrando que o tempo de carregamento da página do Portal Unifor diminuiu em mais de 30%. “Aumentou muito a percepção dos alunos em relação à disponibilidade do sistema”, comemora. Outro ponto crítico são os chamados eventos sazonais, como o período de matrícula. Bastos lembra que o volume de acessos é enorme, isso porque a grande maioria dos alunos quer se matricular nas primeiras horas, o que lhes permite escolher professores e colegas. “É uma operação complexa, mas com a nova estrutura devemos ter um desempenho 30% melhor”, prevê, lembrando que o serviço Dell ProSupport traz mais confiança para a equipe de TI. Além de mais eficiência para professores e alunos, para a equipe de TI, a nova estrutura trouxe simplicidade de gerenciamento. “Gerenciar o storage tornou-se muito mais simples. É incrível a facilidade que obtivemos”, ressalta Bastos. Como resultado, a equipe pode ser realocada para outras atividades. Evolução constante no futuro De acordo com Bastos, nas próximas fases do projeto, o objetivo é continuar garantindo metas de disponibilidade, permitindo que a universidade cresça sempre com a mesma qualidade. “Temos que estar prontos para suportar novos cursos e para nos adaptar rapidamente a novas demandas”, afirma. Veja todos os estudos de caso em dell.com/casestudies